Você sabia que a Ozonioterapia também possui um papel importante na medicina veterinária no auxílio da saúde dos animais? Quando aplicada da forma adequada e acompanhada de um diagnóstico e tratamento eficazes, a terapia com ozônio pode ajudar na recuperação dos animais de forma segura e prática.

Neste ARTIGO explicaremos quais os benefícios e aplicações da Ozonioterapia Veterinária para mantê-lo informado sobre o assunto, confira:

Antes de tudo, o que é o Ozônio?

Talvez você não saiba o que é, mas certamente já ouviu falar da camada de ozônio, certo? Pois trata-se do mesmo gás, porém utilizado de forma bem diferente, vamos explicar!

O Ozônio é um gás constituído de três átomos de oxigênio (O2) e formado naturalmente na atmosfera com a ação de raios solares sobre as moléculas de oxigênio presentes no ar. Tal ação resulta na separação de dois átomos, que acabam se associando à outra molécula de oxigênio próxima, criando a molécula de ozônio (O3).

O papel da Ozonioterapia Veterinária

Quando utilizado em animais, o ozônio apresenta propriedades viricidas, fungicidas e bactericidas, fatores importantes na promoção da saúde na veterinária, além de melhorar a oxigenação e metabolismo dos animais, reduzir a agregação plaquetária, melhorar a circulação sanguínea e desinfectar feridas.

Também vale mencionar que o gás promove ações de modulação do estresse oxidativo, bem como antissépticas e anti-inflamatórias, podendo ser utilizado como complemento no tratamento de diversas enfermidades veterinárias.

A Ozonioterapia é eficaz em quais tratamentos?

A Ozonioterapia pode ser utilizada como tratamento complementar ou isolado de acordo com o quadro do animal. Com os avanços do uso medicinal do ozônio, o gás pode ser uma boa opção tanto para animais de pequeno quanto de grande porte e tem se mostrado muito eficiente em tratamentos como:

  • Alívio de dores crônicas;
  • Osteoartrites;
  • Tratamento da insuficiência renal;
  • Paresias (movimento que está apenas limitado ou fraco);
  • Cicatrização de feridas;
  • Diminuição de radicais livres;
  • Diversos tipos de alergia;
  • Reabilitação fisioterapêutica;
  • Doença intestinal inflamatória crônica;
  • Alívio das dores durante o tratamento de câncer;
  • Infecções de repetição.

Como a terapia é aplicada?

As formas de aplicação do ozônio são várias, mas as principais são as aplicações locais, que englobam via intramuscular, injeção subcutânea ou intra-articular, insuflação retal e a auto-hemoterapia maior ou menor, processo em que o sangue do próprio paciente é ozonizado para ser reaplicado posteriormente.

Também é possível optar pelo uso tópico ao ozonizar óleos e água, caso seja o mais indicado ao caso. Outras vias de aplicação como intra-discal, peridural, bolsas de ozônio e insuflação vesico-uretral costumam ser menos frequentes em comparação às outras, assim como o uso oral.

Vale ressaltar que o modo de aplicação e a dose adequada devem ser indicadas por um médico veterinário especialista de acordo com as condições e indicações individuais de cada animal.

Conte com a ajuda da Ozonic!

É sempre bom reforçar que, para que o tratamento seja eficaz e seguro, a aplicação deve ser realizada por veterinários que dispõem do conhecimento adequado para realizá-lo. Na Ozonic possuímos cursos de capacitação sobre Ozonioterapia Integrativa para compreender seu uso terapêutico tanto na teoria quanto na prática.